fbpx

O que faria se você fosse mais confiante?

5 sinais que você está à beira da baixa autoconfiança

O que você ousaria fazer, se soubesse com absoluta certeza que não iria falhar? O que você faria hoje se você tivesse a certeza absoluta que seria bem-sucedido? Com o que você trabalharia se tivesse garantia que daria certo?

A maioria das pessoas tem muitos sonhos e paixões, mas não ousam sonhar sem os limites por causa de suas dúvidas, inseguranças e medos. Não se permitem viver seus sonhos porque não tem garantias do o sucesso.
Mas por que não ousamos ir além? Por que normalmente não ousamos sonhar mais alto? Por que não nos permitimos viver nossa paixão?

Porque, talvez, não temos convicção e certeza que realmente é isto que queremos, ou, talvez, não temos coragem de ir em frente. No fundo não acreditamos que é possível, desta forma nem nos atrevemos a ousar, a arriscar, a pensar o que poderíamos ser ou fazer de diferente. Mas existe uma qualidade que está por trás destas perguntas é o seu nível de autoconfiança.

Autoconfiança é uma atitude. É quanto você acredita em si, em suas habilidades, em seus sonhos e é capaz de ter domínio sobre algo. É a crença que você é capaz de realizar a tarefa que quer realizar e vai lá e faz.
Cabe esclarecer que a confiança pode específica a áreas. Posso ser uma palestrante confiante, mas não ser uma mãe confiante, por exemplo.
Qual é o seu nível de autoconfiança? Será que você tem demonstrado autoconfiança em suas atitudes? Existem sinais de que o seu apreço por si mesma não está lá muito bem.

Quero te mostrar 7 sinais:
1- Viver se comparando com as outras pessoas.
Quando se compara, você tem no outro o referencial de como você deve se sentir a respeito de si mesma. Ao olhar para o lado e perceber que está em uma situação pior do que a pessoa do lado, você se sente mal a seu próprio respeito. Ao agir dessa forma, você está ignorando completamente a sua individualidade e unicidade.

2- Preocupação excessiva com o que os outros vão pensar.
Ao alimentar essa preocupação, o pensamento dos outros se torna o balizador das suas condutas e você vive em função de tentar adivinhar o pensamento alheio e agir de acordo com o que você acha que o outro espera.

3Não se sentir boa o bastante.
Você repete a si mesma que não vai dar conta, que não vai conseguir e que não é boa o suficiente? Sempre que você pensa assim, você está se julgando inadequada e incapaz de gerar os resultados que você quer. Deixa de fazer muitas coisas pois tem dúvida de seu potencial e capacidade.

4- Dificuldade de dizer “não” para as pessoas.
Quando você tem dificuldades para dizer “não” para as pessoas, duas coisas acontecem. A primeira delas é que você age motivada por um medo de desagradar e ser rejeitada, você evita um sentimento de rejeição, você acaba dizendo “sim”, mesmo quando sua verdadeira vontade era dizer “não”. A segunda coisa é que, quando você diz “sim” para os outros, você acaba dizendo “não” para você mesma. Ou seja, ao passar por cima da sua verdadeira vontade, o recado que o seu inconsciente recebe é que você é menos importante que os outros, que a sua vontade não deve prevalecer.

5- Não conhecer os seus pontos fortes.
Uma pessoa é alguém que não se conhece de verdade, alguém que nunca parou para reparar e se apropriar de suas próprias qualidades. Todo mundo tem mais características positivas do que negativas e, quando você desconhece isso, tende a focar mais nas qualidades negativas, adquirindo um olhar viciado, voltado para os defeitos, que nunca vai permitir que você se acolha e ame de verdade.

6- Não conseguir se posicionar e dizer o que pensa.
Quando você não tem uma boa autoestima, a opinião do outros sobre você é mais importante do que qualquer outra coisa. Movida pelo temor de desagradar as pessoas, você não se sente segura para dizer o que você quer e pensa de verdade. Dessa forma, torna-se muito difícil para você se posicionar em suas relações, pois você não se sente segura para se expressar.

7- Viver com sentimento de culpa.
Mais uma vez ela não assume o papel de líder, nem assume sua responsabilidade. Uma pessoa com sentimento recorrente de culpa acredita que ela é errada, inadequada, faz tudo sempre errado, mas não faz absolutamente nada para transformar isso, como alguém responsável faria, limitando-se a se entregar às lamentações.

Esses foram os 7 sinais de que você pode estar com baixa autoconfiança. Mas, atenção, esta não é uma lista exaustiva, ou seja, não são os únicos sinais que demonstram não se sentir confiante.

Além disso, é muito importante faça uma reflexão das áreas da vida (financeira, profissional, amorosa, familiar, saúde e bem estar, social…). Analise a frequência com que isto acontece e prejudica seus planos. E então, com base nessa observação mais ampla da sua vida, esses sinais fizeram sentido para você procure ajuda profissional.
Sem sombra de dúvidas a autoconfiança é fundamental em todos os aspectos da nossa vida. A falta de confiança é o maior obstáculo que temos para a realização dos nossos sonhos e objetivos. Pode contar comigo para ser confiante, meu consultório online AQUI.

Sem sombra de dúvidas a autoconfiança é fundamental em todos os aspectos da nossa vida. A falta de confiança é o maior obstáculo que temos para a realização dos nossos sonhos e objetivos. Pode contar comigo para ser confiante, meu consultório online AQUI.

Já uma pessoa confiante costuma demonstrar 7 sinais:

  1. Faz aquilo que acredita que é o certo para si, independente da opinião dos outros.
  2. Está disposta a assumir riscos para alcançar seus objetivos.
  3. Confia em sua capacidade de realização, independente das circunstâncias.
  4. Admite seus erros e aprende com eles.
  5. Não fica preso as “falhas” do passado. Pensa positivamente sobre o futuro.
  6. Assume a responsabilidade sobre seus resultados. Celebra suas conquistas.
  7. Tem o sentimento de merecimento

A nossa autoconfiança pode ser alta ou baixa. Independente do seu passado e dos resultados que você teve até aqui, você pode aumentar sua autoconfiança a partir de agora e experimentar novos resultados.

Como ser mais confiante a partir de Agora?

1 Comece a agir agora. Comece pequeno. Pequenos êxitos dão o impulso para você confiar mais em suas capacidades.

2 Domine sua voz interior.“Eu não consigo”, “Isso não é para mim”, “Não vai dar certo”, “E se o fulano não gostar do meu projeto”, “Da última vez deu tudo errado”, “Eu sou um estúpido mesmo”.

3 Destaque seus Pontos Fortes. As pessoas que atingem grandes resultados na vida são aquelas que utilizam de suas principais forças, habilidades e competências, se tornando excelentes naquilo que fazem. Faça uma lista dos seus Pontos Fortes. É essencial que você desenvolva a sua AUTOCONFIANÇA, pois ela é a chave fundamental para tornar sonhos em realidade.

Fica aqui o convite para você colocar em prática essas dicas!

“Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados. ” Mahatma Gandhi

Concentre-se em você e faça acontecer! Abraço Roberta Sanzi

COMO SER MAIS CONFIANTE PARA REALIZAR MAIS COM MENOS ESFORÇO, Programa Mova-Se, Torne-se uma pessoa confiante,
http://www.robertasanzi.com.br/cursos/mova-se/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *