Por que as mulheres empreendem mais do que os homens no Brasil?

O mundo corporativo brasileiro está provocando as mulheres a empreenderem mais.

As mulheres empreendem mais do que os homens no Brasil.  Este é um dado incrível porque é o inverso do que acontece no mundo. O Brasil é um dos três países do mundo com maior paridade entre homens e mulheres empreendedoras segundo a pesquisa realizada pela Global Entrepreneurship MonitorAs mulheres chegam a ultrapassar os homens na taxa de empreendedorismo. Sim, em algumas coisas nós nos destacamos positivamente comparado a outros países.

Mas o fato de estarmos a frente na igualdade de gênero no empreendedorismo também nos revela um lado obscuro do nosso mercado. Estamos ainda muito longe da igualdade de gênero salarial. A pesquisa da Catho revelou que as mulheres recebem até 38% menos do que os homens, no mundo corporativo, no mesmo cargo. 

Mas não paremos aí, nós sabemos o quanto é difícil ser mãe no mundo corporativo a começar por conseguir um emprego. Quem nunca ouviu em uma entrevista de emprego “Você tem filhos?” ou, pior, “Você planeja ter filhos nos próximos anos?”. E depois de ser contratada, se dedicar muito, crescer na empresa, ainda que ganhando um salário inferior ao dos homens, surge aquele medo de perder o emprego ou ser deslocada da função quando sair de licença maternidade.

Mesmo depois de 50 anos da entrada da mulher no mercado de trabalho, a nossa vida não é nada fácil! Não é fácil ter que conciliar horário fixo de trabalho com o horário da escola. Nem ter que lidar com os imprevistos que aparecem na vida das mães. Sem contar a pressão de ter que estar constantemente provando para todos que somos boas profissionais, quando não, as melhores no que fazemos.

Não é por acaso que somos um dos países com maior taxa de empreendedorismo feminino!

Tudo isso me leva a crer que não é por acaso que somos um dos países com maior taxa de empreendedorismo feminino, ultrapassando os homens. O empreendedorismo acaba sendo uma solução para as mulheres competentes e batalhadoras se desenvolverem como profissionais, ganharem mais e ainda conseguir conciliar a vida familiar.

O empreendedorismo feminino no Brasil vem se fortalecendo a cada dia. Vemos surgir movimentos internacionais e regionais, como por exemplo BPW Brasil Confraria do Batom , além de grupos de empreendedorismo como o Entre Nós.  Esses movimentos afirmam o nosso crescimento como empreendedoras, mas suportam e apoiam mulheres que estão começando seus próximos negócios.

Escrito por Rafaela Sanzi. Se você gostou nesse artigo, dê o seu Like e comente para que possamos cada vez mais alimentar o nosso BLOG com conteúdos incríveis para você.

Continue acompanhando esta série de artigos sobre mulheres empreendedoras onde vamos compartilhar dados de pesquisa, histórias de mulheres, principais desafios e forças das mulheres empreendedoras> Leia mais

Você gostaria que nós contássemos a sua história empreendedora? Envie um e-mail para atendimento@sanzi.com.br nos contando sobre você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *